<
Menu

Tableless



Imagem post: Conferência W3C Web.br 2013

Conferência W3C Web.br 2013

Os principais destaques do que rolou no evento do W3C do ano de 2013.

A Conferência W3C Web.br deste ano foi realizada no centro de convenções Rebouças em São Paulo e contou com diversos profissionais, sorteios, palestras, debates, networking, brindes e muita códificação. O evento foi dividido em trilhas: canvas, input, header e section. Logo quando cheguei minha cabeça deu um nó, muitas coisas acontendo ao mesmo tempo, era difícil escolher qual trilha deveria participar, pois queria assistir todas.

Debate caloroso sobre a internet no Brasil

Um dos pontos altos na conferência foi o segundo dia onde ocorreu um debate com o tema: Como progredir a Web? Que contou na mesa principal: Nathália Sautchuk, Yasodara Córdova, Sérgio Lopes e Kris Borchers e Vagner Diniz como mediador.

conference-2013

Os temas abordados foram:

- Marco cívil da internet no Brasil
- Codificação nas escolas
- Tecnologias para impactar o usuário
- O poder da web está na mão dos desenvolvedores

Algumas frases me chamaram bastante atenção como:

“A web é um lego” – Yasodara Córdova
“Meu filho nunca irá programar” – Sérgio Lopes

Essas duas frases criaram enorme debate, incluindo pessoas que estavam na platéia, o tema era a inclusão no ensino de tags HTML nas escolas.

De um lado Yasodara Córdova defendeu a ideia que o HTML não é difícil e daqui um tempo a web irá evoluir mais, ressaltou também que o cidadão deverá conhecer pelo menos o básico sobre a web.

Do outro lado Sérgio Lopes defendeu a tese que não há por quê pessoas sem interesse se aprofundem com esse tipo de conhecimento, dando um exemplo de uma tela de tubo: “Eu não quero aprender a arrumar uma tela de tubo se ela quebrar, prefiro chamar uma pessoa para concertar. Não tenho porquê aprender algo que não tenho interesse”.

Javascript que voa!

Com certeza um dos destaques foi a palestra do Daniel Filho “Javascript que voa!”, ele trouxe para a platéia a ideia que o javascript é muito mais que só a web. Desenvolveu um sensor que ao passar a mão acendia um LED tudo isso feito em js e ainda fez um drone voar utilizando o nodecopter e o johnny-five, achei fantástico trabalhar diretamente com hardware. Vale a pena dar uma olhada no github do Daniel.

daniel-filho

Processo de Desenvolvimento Front-End – Do caos ao Sublime

Nesta palestra Jaydson Gomes deu a idéia que não devemos ter medo de quebrar paradigmas, devemos inovar. Não foi uma palestra técnica e sim para refletimos.

do-caos-ao-sublime

Quando iniciamos em uma empresa podemos ver algo que ainda esteja na época das pedras e não podemos ficar com receio de modificar.
A palestra não teve somente a ideia do caos IDE (Dreamweaver) para o Sublime Text, mas todos os processos referente a evolução, temos que ultrapassar culturas e paradigmas.

Conclusão

Foi uma experiência sensacional muita coisa legal acontecendo ao mesmo tempo, fiquei com a impressão final que a web está evoluindo numa época que estamos a todo vapor, debates como o marco civil na internet aqui no Brasil mostra isso a rigor.

Precisamos aproximar mais o usuário e o desenvolvedor. “Todos os caminhos levam à web”, esse titulo exemplifica bem tudo que aconteceu este ano e o que está por vir nas próximas edições.

Por Layo Azevedo

Analista programador PHP na empresa Roland DG Brasil paulista 24 anos reside atualmente em Cotia - SP trabalha tambem com auditoria, consultoria e saneamento de banco de dados relacionais adora tecnologia especialmente PHP e MySQL.

http://www.layoazevedo.com.br

Mais posts do autor

Comentários (2)

  • Mariana Lobo

    Concordo com o Sérgio, quem se interessa pelo serviço ou por aprender x item, vai atrás. Eu trabalho com front-end, marketing e design web e fiz ensino médio em em escola técnica integrado à informática, e numa sala de 40 alunos, é visível e triste ver que só uns 8 realmente se interessam pelo conteúdo, mas como é um ensino contínuo de 3 anos, abandonar é desvantagem, seguem um ensino imposto pelos pais que na verdade também nem conhecem o ensino, e as vezes por falta de gosto, esses aluno acabam saindo de lá e fazendo qualquer coisa na área, desenvolvendo essa coisa porca que a gente vê na web. Sou totalmente contra ao ensino disso em escolas, não é necessário.

    Enfim, a conferência deve ter sido ótima!

  • marcos

    discordo daqui algum tempo a internet será algo mais comum do que hoje saber o básico será o mínimo.