Tableless

Busca Menu

Podcast Tableless #1

Seja o primeiro a comentar por

É isso aí, estamos finalmente colocando no ar nosso primeiro podcast! Entrevistamos o Bruno Torres, até agora o maior colaborador da seção de convertidos daqui do Tableless e que é, entre outras coisas, o sujeito com quem eu aprendi a compilar o kernel do Linux. Estamos publicando a primeira parte da entrevista, em que o Bruno fala sobre Linux e sobre as entrevistas publicadas em seu site.
Assim, se você já assinou o podcast do Tableless é só esperar que em breve a entrevista estará em seu mp3 player. Se não assinou, pode acessar diretamente o arquivo mp3.

Comentários:

  • Há um misterioso som de fundo no trecho em que o Bruno fala sobre winmodens. O que será? Quem vai descobrir primeiro?
  • Durante o período em que preparava esse podcasting percebi que faltou citar um audioblog importante, o Roda & Avisa, do René de Paula Jr. Conteúdo excelente, há um tempo que ouço as coisas que o René diz. Pena que não tem suporte a podcasting 🙁
  • Outro fato interessante é que nesse mesmo período o Fred, do Usabilidoido, também começou a postar em áudio. Outro que vale a pena ser ouvido. É, também não suporta podcasting 🙁
  • Podcasting?!? É, eu sei, talvez você não saiba do que eu estou falando. Um resumo: ao publicar um post com áudio você pode inserir, no item daquele post em seu aruivo RSS, a seguinte tag:
    <enclosure url="http://tableless.com.br/anexo/brunotorres.mp3" length="2160144" type="audio/mpeg"/>
    Pronto, é só isso. Assim, o sujeito que tem um mp3 player pode assinar seu feed em um programa como o iPodder e vai ter automaticamente cada áudio novo que você postar em seu mp3 player.
  • Algumas pessoas comentaram conosco que não acham que ninguém vai ficar ouvindo posts quando pode ler o contéudo. Bom, são coisas diferentes. Não vamos publicar tutoriais de CSS em áudio, ditando o código. Vamos publicar bate-papos, entrevistas, coisa de gente, não de nerd (embora admitamos que somos todos nerds.) Coisa que você vai querer ouvir em seu mp3 player, no carro ou no metrô, indo pro trabalho.
  • E se pouca gente quiser ouvir isso? Bom, tudo bem. Vou continuar fazendo porque, mesmo que ninguém se divirta ouvindo, eu me divirto pra caramba fazendo. Aliás, esse é um dos diferenciais entre podcastings e rádio, que encontra paralelos comparando blogs com a grande imprensa: não importa se eu terei apenas dois ou se terei dois mil ouvintes. Não faz diferença, dois ouvintes são suficientes para eu publicar, assim como não me importo com quantos leitores tem meu blog.
  • Outros comentaram ainda sobre consumo de banda. Aqui vai outro ponto, seu sistema vai baixar o arquivo, depois você vai ouvi-lo. Não está aí para você ouvir via streamming (embora você possa.) Assim, não há aquela mesma necessidade que há no HTML de interação rápida. O iPodder, por exemplo, espera por momentos em que sua conexão esteja ociosa para fazer os downloads dos podcasts que vocês assinou. Outros estavam preocupados com o que o consumo de banda em audioblogs poderia fazer com a internet. Ei pessoal, acordem. Estamos vivendo no mundo do Kazaa e do Skype, é comum que as pessoas por aí baixem 700MB de uma vez só para assistir um filme. E mesmo com tudo isso, o maior vilão da banda na internet continua sendo o spam, será que os audioblogs podem influenciar tanto assim?!?
  • Algumas pessoas comentaram sobre a qualidade do áudio e etc. Ei pessoal, este é um programa caseiro. Usei um headset comprado no camelô e os entrevistados muitas vezes têm daqueles microfones de mesa. Além disso, o áudio é transferido em tempo real durante a entrevista.
  • O bruno é muito talentoso. Está procurando emprego. Se você precisa de um sujeito pra trabalhar com padrões web no Rio, ou à distância, fale com ele. 😉

Vou tentar publicar amanhã a segunda parte da entrevista. Divirtam-se.

Publicado no dia