Tableless

Busca Menu

Quem deve se preocupar com os Padrões Web?

Seja o primeiro a comentar por

Vi o artigo do Henrique sobre quem deveria se preocupar com os Padrões Web e gostaria de acrescentar alguma coisa, já que este assunto é um tanto importante e que me interessa muito. Já falei algo por aqui em posts anteriores e conversei sobre isso recentemente no Podcast #22 que fiz com meus alunos de Agosto da Visie.

Este papinho não é novo, pelo contrário, é muito batido, surrado e maltratado a muito tempo, portanto relaxe se você ler algo muito óbvio. Nunca é demais ouvir mais sobre um ponto importante.

As pessoas são muito diferentes, portanto elas são “conquistadas” de maneiras diferentes. Pensar em como conquistar o cliente, o chefe e o seu colega desenvolvedor é uma tarefa que deve ser feita com calma. Cada um deles tem suas necessidades e por conta disso eles tem pensamentos diferentes sobre determinado assunto. Cada um destes pensamentos devem ser abordados de maneiras diferentes na apresentação das vantagens que a adoção dos Padrões trará.

O desenvolvedor por exemplo, quer saber o quanto de trabalho ele irá economizar, ele quer saber o quanto economizará por não pagar banda extra ou quanto ele economizará na contratação de mão de obra e outros custos. Já o cliente, bom, o cliente quer saber do site funcionando no browser/dispositivo preferido dele, seja lá qual for.

Entende o que quero dizer? Você não chegará para o Chefe mostrando o quanto é bom criar um site usando CSS porque sua manutenção fica muito mais fácil e melhor para gerenciar, ele quer saber a porcentagem dos clientes que serão atingidos pelo fato do site funcionar em um número maior de browsers e dispositivos. Ele quer saber da porcentagem de visitas aumentando porque o site se tornou mais acessível a deficientes visuais e outros tipos distintos de usuários.
Já o desenvolvedor quer saber se ele vai ter que ficar no fim de semana fazendo uma pequena manutenção ou se ele vai mudar uma ou duas linhas no CSS e sair mais cedo na sexta-feira economizando o dinheiro da aspirina.

São abordagens diferentes para pessoas com pensamentos diferentes.
Mas, afinal, quem precisa se preocupar com os Padrões? Oras, todo mundo.
O Chefe precisa saber, mesmo que muito resumidamente o que é essa tal metodologia que o está ajudando a economizar gastos. O desenvolvedor precisa saber quais tecnologias fazem parte deste novo pensamento e acima de tudo como utilizá-las para obter o melhor de suas capacidades. O cliente? O cliente precisa saber se aquele site é acessível pelo seu PocketPC e que mesmo se ele estiver usando um celular, ele poderá efetuar sua compra.

As vantagens dos Padrões Web são muitas e alcançam a todos os envolvidos do projeto. Não há apenas um grupo específico que abuse dessas vantanges… de jeito algum. Todos ganham e todos tem suas vantagens específicas, que o ajudarão mais diretamente. Esse realmente é o ponto forte dos Padrões Web.
E claro, você precisa se preocupar com os Padrões para poder convencer todo o pessoal acima. Ou você achou que ia ser fácil?

Publicado no dia