Tableless

Busca Menu

7 funções essenciais do PHP que você deve conhecer

Seja o primeiro a comentar por

range()

Geralmente ao se fazer um “loop“, utiliza-se o while ou for. Ambas estruturas são ligeiramente “feias” ao visualizar o código. Uma boa alternativa é utilizar o foreach. Mas como fazer uma repetição, se o foreach trabalha com um array existente?

No exemplo vamos fazer um loop de 5 posições, começando do número 1.

<?php
foreach (range(1,5) as $ordem)
{
     print('Ordem : '.$ordem.'<br>');
}
//Resultado
//Ordem: 1
//Ordem: 2
//Ordem: 3
//Ordem: 4
//Ordem: 5

array_unique()

Diversas vezes nos deparamos com um array e valores duplicados. Em uma experiência pessoal, trabalhei na criação de um sistema composto por uma divisão hierárquica entre setores. Nos relatórios, os usuários informavam diversos setores ao realizar os filtros. Quando os resultados eram filtrados no banco de dados, diversos códigos de setores vinham duplicados. Com isso, as queries do banco ficavam maiores e mais lentas.

Com a função array_unique() resolvi meu problema. Veja o exemplo:

<?php
$array = array ('a','b','c','d','a');
$unique = array_unique ($array);

foreach ($unique as $letra)
{
     print('Letra: '.$letra.'<br>');
}

//Resultado
//Letra: a
//Letra: b
//Letra: c
//Letra: d

in_array()

Esta função é realmente útil para verificar se existe um determinado valor em um array. Veja o exemplo:

<?php
$array = array ('a','b','c','d');

if (in_array('a',$array))
{
   print('O valor está no array');
}
else
{
   print('Não está no array');
}

//Resultado: O valor está no array

print_r()

Uma mão na roda em momentos que você deseja depurar a estrutura de um determinado array ou objeto no PHP. Em meus códigos, utilizo esta função sempre acompanhada da tag pre do HTML, para assim exibir de forma mais amigável a estrutura do array ou objeto. Veja o exemplo:

<?php
$array = array ('a','b','c','d');

print_r($array);

//Resultado: Array ( [0] => a [1] => b [2] => c [3] => d )

implode()

Juntar os valores de um determinado array e separá-los em uma determinada string. Utilizo muito esta função para exibir listas de nomes separados por vírgula, ou para criar cláusula IN no MySQL. Veja o exemplo:

<?php
$array = array ('a','b','c','d');

print(implode(',',$array));

//Resultado: a,b,c,d

explode()

Esta função é o oposto da função implode. Nela você informa uma string e define qual separador o PHP deverá usar para dividí-la e gerar um array para cada espaço dividido. Veja o exemplo:

<?php
$string = 'O PHP é bacana.';

$array = explode (' ',$string);

print_r($array);

//Resultado: Array ( [0] => O [1] => PHP [2] => é [3] => bacana. )

checkdate()

Função muito útil do PHP para validar se uma determinada data está correta. Evita de inserirmos datas incorretas no banco de dados, acarretando erros de sintaxe, datas zeradas ou datas incorretas. Veja o exemplo:

<?php
$dia = 13;
$mes = 13;
$ano = 2015;
if (checkdate($mes,$dia,$ano))
{
    print('Data correta');
}
else
{
    print('Data incorreta');
}
//Resultado: Data incorreta
Publicado no dia