Tableless

Busca Menu

Criadores de caso

Seja o primeiro a comentar por

Hoje pela manhã, li um ótimo post feito pelo meu amigo Bruno Torres, que me deu um pouco de coragem para escrever algo aqui também.

Pessoas como o camarada que escreveu esse artigo na IDG Now surgem todo tempo. Visitantes como o companheiro que comentou no site do Bruno, e também como o “Lucas”, que comentou aqui no Tableless, são aqueles tradicionais “criadores de caso”.

Não se dão ao trabalho de ir mais a fundo no assunto para assim discutir como gente interessada e interessante.
Infelizmente, esses são uma laia de desenvolvedores que existe muito hoje em dia. Sem vontade de aprender, sem vontade de compartilhar (se tivessem algo), espalhando informações improfícuas.

O Firefox é sem sombra de dúvidas um dos melhores navegadores da atualidade, juntamente com o Opera.
As vantagens de cada um se perdem entre extensões, abas, live bookmarks, cliente de email, busca integrada, comandos de voz, customização da interface, Skins, etc e etc.
Enquanto, o browserzinho que “tem 56% das falhas não corrigidas”, não tem suporte a skins, não tem suporte a abas, não tem suporte a RSS, não tem comando de voz muito menos suporte a extensions… E ainda assim, diz que só para ser baixado, ele pode variar entre 11 e 75Mb.
Sem contar que, de acordo com a Secunia, o browserzinho, com todas atualizações, patches e workarounds, é ainda “Highly Critical Browserzinho Highly Critical“.
Já o Firefox, “Less Critical Firefox Less Critical

Não estou aqui defendendo Firefox, Opera ou depreciando o Internet Explorer.
Só queria encorajar os desenvolvedores que estão afim de mudar, a não dar ouvidos a pessoas desse tipo…
Faz bem ao trabalho e conserva a mente.

Publicado no dia