patrocínio:

Parcel Bundler: Criando um projeto React

Rápido, sem configurações e prático! É amigos da rede web, temos um bom jogador em campo!

por Eduardo Rabelo 07/12/2017 Comentários ~ 3 min. / 636 palavras

Nós temos um novo jogador em campo! Que promete um projeto “com zero de configurações”. O conceito do Parcel Bundler é parecido com o do Ruby on Rails.

Assumindo convenções de arquivos e pastas, escondendo boa parte do *tooling, *deixando o seu foco para, exclusivamente, sua aplicação!

Como sempre, o Twitter está indo a loucura!

Fiz o teste em alguns projetos que utilizam ferramentas como Babel, TypeScript/FlowType, CSS Modules, Styled Components, React Material-UI, e funcionou muito bem!

Para pequenos e médios projetos, é uma solução e tanto! E quais as vantagens que o Parcel Bundler trás?

  • A perforamnce de compilação/build é rápida, muito rápida!!1 🚀🚀🚀
  • Code Splitting com a sintaxe import()
  • Hot Module Replacement já configurado 🔥
  • Configuração dev e prod out of the box!!1 😎

Configurando um projeto React 👾

Abaixo, vamos ver o passo a passo para criar um exemplo para uma aplicação React.

Vamos criar nossa pasta de exemplo e pedir ao npm para criar o package.json:

mkdir parcel-react-example
cd parcel-react-example
npm init -y

Instalando as dependências:

mkdir parcel-react-example
cd parcel-react-example
npm init -y

Vamos adicionar o nosso arquivo .babelrc:

{
  "presets": ["react-app"]
}

E agora,vamos criar nosso arquivo de entrada.

A mágica do arquivo de entrada ⭐️

Se assim como eu, você é fã do webpack, (っ◕‿◕)っ, estamos acostumados a criar os pontos de entrada (entry points), utilizando arquivos .js.

O Parcel Bundler tem uma outra abordagem. Ele, na verdade, pode receber qualquer tipo de arquivo como ponto de entrada.

E uma mágica bacana, é usar um arquivo .html. Vamos supor que você faça o link do seu arquivo .js no HTML:

// index.html
<html>
<body>
  <script src="./index.js"></script>
</body>
</html>

E no arquivo JavaScript:

// index.js
console.log(`Hello ${"World"}`);

Parcel Bundler irá processar esse arquivo JavaScript mencionado e, como configuramos Babel acima, irá utilizar todos os transforms e presets. Ele irá gerar os arquivos finais com o caminho relativo ao arquivo HTML.

Por exemplo:

<html>
<body>
  <!-- arquivo de imagem -->
  <img src="./images/header.png">
  <a href="./outra-pagina.html">Outra página</a>
  <!-- sua aplicação JavaScript -->
  <script src="./index.js"></script>
</body>
</html>

Para cada tipo de transforms ou plugins (Babel, PostCSS, PostHTML, etc) um tipo de asset será transformado. Sem a necessidade de criar nada além de um caminho relativo ao HTML. É bem incrível!

Você pode saber mais na documentação oficial de transforms.

Voltando ao nosso exemplo 🏠

Continuando de onde paramos, atualmente temos:

// ls -la parcel-react-example
.babelrc
node_modules
package-lock.json
package.json

Vamos criar nosso ponto de entrada com um arquivo HTML:

vim index.html

E vamos adicionar:

<html lang="en">
<head>
  <meta charset="UTF-8">
  <meta name="viewport" content="width=device-width, initial-scale=1.0">
  <meta http-equiv="X-UA-Compatible" content="ie=edge">
  <title>Parcel React Example</title>
</head>
<body>
  <div id="root"></div>
  <script src="./index.js"></script>
</body>
</html>

E agora… tente sair do vim 😂

Como essa é uma aplicação React, vamos criar nosso JavaScript:

vim index.js

E adicionar:

import React from 'react';
import ReactDOM from 'react-dom';
const App = () => <div>Hello Parcel x React</div>;
ReactDOM.render(<App />, document.getElementById('root'));
if (module.hot) {
  module.hot.accept();
}

E para finalizar, vamos adicionar ao nosso package.json os scripts de desenvolvimento e build:

...
"scripts": {
  "start": "NODE_ENV=development parcel index.html",
  "build": "NODE_ENV=production parcel build index.html --no-minify"
},
…

E agora, você já sabe o caminho!

npm start

Emojis, boas mensagens de erro, tudo no seu devido lugar!

Ah, cheguei a falar que Parcel já vem com um servidor de desenvolvimento por padrão? 😉 Não precisa das loucuras do webpack-dev-server e etc.

Só abrir o endereço https://localhost:1234** **no seu navegador!

Finalizando

Parcel Bundler trás muita coisa boa para o *(não-)*concorrido mundo de empacotadores de projetos. Principalmente hoje em dia, onde temos N configurações, um projeto que valorize algumas convenções, é muito bem vindo.

Funciona para todos os projetos? É claro que não! 😁

Ainda vou continuar com meu webpack.config.{ENV}.js, até porque, o V4 está quase saindo do forno 🔥

Se você quiser conferir o exemplo completo, pode olhar nesse repositório.

Obrigado! 🙏