Primeiros passos rumo ao Full-Stack com JavaScript

O que você acha de se tornar um Full-Stack Developer JS?

por Cristofer Sousa 18/01/2018 Comentários ~ 8 min. / 1558 palavras

Tem receio do JavaScript? Não entende muito bem como funcionam as coisas na linguagem?
Você sabia que nessa linguagem de programação, existem objetos, closures e principalmente padrões de projeto como Java, Groovy, Python, Ruby, PHP e tantas outras?

Segundo, Stoyan Stefanov, em seu livro Pattern JavaScript ele diz:

Com o JavaScript você pode programar em uma variedade cada vez maior de plataformas. Você pode escrever código no lado do servidor (Node.js), aplicações

desktop (que funcionam em todos os sistemas operacionais) e extensões de aplicação como ( Firefox ou Photoshop), aplicações para dispositivos móveis e scripts de linha de comando. O JavaScript é uma linguagem incomum. Ela não possuiclasses, e funções são usadas como objetos de primeira classe em várias tarefas. Curiosamente linguagens como Java e PHP começaram a adicionar funcionalidades como closures e funções anônimas, que os desenvolvedores JavaScript vêm utilizando corriqueiramente há algum tempo.

Com JavaScript devemos pensar fora da caixa, ele não é apenas uma linguagem para manipular dentro da web, com ele você pode programar diretamente no hardware seja (arduino, raspberry e tantos outros), como programar seu próprio drone, as possibilidades são infinitas.

Pois é, se você é um daqueles desenvolvedores que tinha um certo “receio” com o JavaScript, acho que está na hora de rever seus conceitos sobre o (ECMAScript), atualmente na versão 6, aka ECMA2015.

Pois bem e para sermos um Full-Stack JavaScript Developer? Bom, o JavaScript que a maioria conhece serve apenas para manipular DOM(Document Object Model) ou validar campos de formulários, certo? Errado! Hoje podemos fazer de tudo com JavaScript, inclusive roda-lo no servidor como uma linguagem Server-Side, ou seja, agora temos o JavaScript do lado do Servidor(NodeJs) e do lado do Cliente da qual podemos adotar alguns frameworks ou bibliotecas, como Angular, Ember, Backbone, React, Meteor ou até mesmo o jQuery.

Ferramentas essas que fazem o “ciclo de vida” dos produtos serem extremamente produtivos em relação a escalabilidade e agilidade no desenvolvimento Client-Side, pensando em manutenibilidade e outros fatores. Outro ponto que acho extremamente relevante abordar é que uma das comunidade mais ativas é do Node.JS, +70000 módulos no NPM(Node Package Manager).

NodeJs

E sobre o financeiro? Afinal saco vazio não para de pé, certo?

Veja os dois links abaixo que mostra a média salarial para pessoas que dominam o NodeJs, nem preciso mencionar que com o dólar atual a R$3.90 é extremamente interessante trabalhar para empresas no exterior além do conforto do home-office, vai refletindo sobre isso até o final do post e veja abaixo:

Bom, até aqui você já percebeu que o JavaScript oferece inúmeros recursos, frameworks, padrões entre outros que facilitam a vida do desenvolvedor, que tal você então dar uma chance para o JS, ainda não está convencido?

Veja quem está adotando Node no seus projetos:

Agora, já pensou em você ter uma equipe da qual não precisa se preocupar com qual tecnologia adotar, todos falando, digerindo e respirando apenas uma única linguagem? Sim, o JavaScript ❤! É o que chamamos de Universal JavasScript.

E quanto ao cenário Front-End!? Não preciso mencionar sobre a importância, certo? Aos amigos que já fazem parte desse cenário e se divertem com jQuery, recomendo que possam adotar JavaScript puro em suas aplicações para assim entrar de uma vez por todas, para o lado negro da força, adotando seja o Angular ou outro framework que mencionei anteriormente.

JavaScript Logo


Para você acreditar ainda mais, na adoção do JavaScript, veja essa thread do Stack Overflow, que fornece um panorama global de como está caminhando a tecnologia.

Developer Survey — Stack Overflow


Se após isso tudo, não o convenci do porquê dar um voto de confiança para o JavaScript do lado do servidor, e sobre a importância de aprende-lo nativamente, então tudo bem, nos vemos em outras conversas sobre outras tecnologias. Cabe ressaltar ainda que o JavaScript, assim como qualquer outra linguagem nunca será a bala de prata, evidencio apenas que o JavaScript é como um canivete suíço ele te oferece mais ferramentas e recursos para trabalhar em duas vertentes(client-side e server-side), com uma única linguagem.


Agora se você está animado para dar o start, então vamos aprender JavaScript do zero da forma correta, vou passar algumas boas sugestões, para que isso se torne realidade e garanto que você irá aprender JS em menos de 2 meses!

Guide Books | JavaScript

Recomendo primeiramente que siga a Metodologia Read-Search-Ask, que consiste em (Leia, Pesquise e Pergunte) ou seja leia a respeito, pesquise por respostas e por último pergunte nas salas de chat/fórum. Geralmente o desenvolvedor ou aspirante já sai metralhando todos os grupos igual “rambo na hora da vingança” em busca de alguma alma caridosa que resolva seu problema com 2 linhas de código, não seja um desenvolvedor POG (programador orientado a gambiarras).

Sendo assim, e seguindo a metodologia mencionada, recomendo que leia esses livros:

Obs: Você irá aprender JavaScript corretamente em 6 semanas com esses livros que mencionei. Todos estão disponíveis em pt-br, ou seja, para quem não está confortável em ler inglês é uma boa alternativa. ;)

Quer entender como usar os livros com um cronograma detalhado sobre quais capítulos você vai ler por semana? Veja nesse link do Eric Douglas que ele traduziu do artigo JavaScript is Sexy, com o primeiro livro que citei, você consegue fazer coisas fantásticas, os outros 04 livros irão coloca-lo em um nível acima da média como Developer JavaScript.

Ok, já passei o material “técnico” mas, aí você você vai falar que não tem uma reserva de dinheiro para adquirir livros e não tem a cultura de comprar livros, pois tem muita coisa gratuita na internet, certo? Tem sim! Nesses casos alguns links que recomendo, seriam:

Mas vou supor que você não gosta de ler ou essas videos-aulas não são relevantes, você prefere mais mão na massa(hands-on), bom nesse caso segue alguns links que irão dar uma força nesse ponto:

Essas são instituições que visam ensinar JavaScript através de exercícios práticos com terminal no browser.

O primeiro item da lista CodeAcademy está disponível em português, porém o restante, é disponibilizado apenas em inglês, ou seja aprenda inglês. Você terá em mãos a documentação sem erros de tradução, e artigos de excelente qualidade.

Existe muita gente boa daqui do nosso lado(Brazilian JS), fazendo coisas excelentes e ajudando a comunidade brutalmente, como é o caso do Jaydson Gomes, Felipe Moura, Jean Nascimento, Jean Ermer, Fernando Daciuk, Eric Douglas, Henrique Silvério , Guilherme Diego, Almir Filho, Diego Eis, Daniel Filho, Davidson Felipe, Zeno Rocha, Willian Bruno, entre tantos outros que daria outro artigo para evidenciar isso, pois tem muita gente bacana, empenhada nisso!

Uma boa plataforma que você pode estudar é a freeCodeCamp, que é a proposta mais épica que eu conheci até o momento. Inclusive foi essa plataforma que me incentivou a escrever esse artigo.

A proposta do freeCodeCamp é fazer com que você aprenda JavaScript, HTML5 e CSS3, fora versionamento com Git, MongoDB(NoSQL) e outras bibliotecas como D3.js e o React.js , isso tudo de forma online e gratuita.

No final de cada curso você deverá compor uma tarefa para alguma ONG utilizando os conhecimentos do último treinamento, além de uma capacitação para entrevistas técnicas para empresas, assim como certificações para cada módulo que você avança. O freeCodeCamp não é apenas uma plataforma autodidata, ela deseja que você trabalhe em equipe então em alguns momentos você irá trabalhar em par ou mesmo interagir com a equipe.

Para te convencer a usar a plataforma, o total é de 2.080 horas de conteúdo prático, me diz depois nos comentários abaixo qual plataforma de ensino gratuito focado em JavaScript tem uma carga horária dessas.

Bem, é isso, espero que tenha aguçado sua vontade de querer aprender JavaScript, se quiser manter-se atualizado sobre as principais novidades assina as “Weekly ’s” abaixo e receberá semanalmente, informes sobre artigos, plugins, padrões, carreira e muito mais!

Bônus 1: Existe esse guide SuperHero JS, “…Creating, testing and maintaining a large JavaScript code base is not easy — especially since great resources on how to do this are hard to find. This page is a collection of the best articles, videos and presentations we’ve found on the topic…”, na íntegra esse guide vai abordar sobre Testes com JavaScript e uma coletânea similar a essa que estou disponibilizando para vocês, ela existe há uns 03 anos senão me falha a memória, está em inglês, vale muito a pena segui-la também!

Bônus 2: Lembra que comentei da metodologia Read-Search-Ask, lhe informei sobre livros** (READ)**, passei videos e pessoas para buscar conteúdo relevante (SEARCH). E o (ASK)? Você não vai ficar criando dúvidas em redes sociais como o (facebook) né?! Sugiro boas alternativas como:

Abraços, nos vemos em outra oportunidade. ;)