patrocínio:

Quando usar TypeScript

Aperfeiçoado e amadurecendo: quando usar TypeScript?

por Gabriel Marinho 01/04/2020 Comentários ~ 2 min. / 403 palavras

Se você vem acompanhando as últimas tendências do mercado de desenvolvimento web, muito provavelmente você ouviu falar sobre o TypeScript, um superset do JavaScript. Em outras palavras, ele seria a implementação de uma melhoria específica, como foi o C++ para o C, J++ e Kotlin para o Java.

Propósito inicial do projeto

Basicamente, a ideia de criar um superset do JavaScript veio pela falta de informações nos erros onde a passagem de parâmetros em determinadas funções era feita. Isso trazia alguns problemas com back-ends tipados (ASP.NET, por exemplo).

Algumas notícias apontam que o problema surgiu no time de desenvolvimento do Bing Maps e Office 365 da Microsoft. Então o projeto saiu do papel, criou-se um time e é o que é hoje.

Adoro trabalhar com pessoas inteligentes e ser desafiado. Eu também gosto de trabalhar em coisas relevantes. Essa é a minha injeção de adrenalina. — Anders Hejlsberg, desenvolvedor core do TypeScript

Com TypeScript você pode criar funções tipadas e bem modeladas. Exemplo:

// Passa dois parâmetros (a e b) como números, e retorna um número
function soma(a: number, b: number): number { 
	return a + b;
}

Agora vamos errar propositalmente. Caso você tente fazer algo do tipo:

// ERRADO: Passa dois parâmetros (a e b) como números, e retorna uma string
function soma(a: number, b: number): string {
  return a + b;
}

Seu código não rodará porque você declarou o retorno da sua função como string, logo, nenhum outro tipo será aceito. Com isso, você garante a exatidão da tipagem nos dados que estão trafegando no seu software.

Desse modo, você deve ter percebido que para aplicações onde o erro NÃO PODE acontecer em hipótese alguma, o TypeScript é uma ótima opção. Isso é, aplicações grandes e complexas como: - sistema de saúde - sistema bancário - sistema de pagamento - entre outros

Por padrão, o Angular (framework web da Google para criação de SPAs) utiliza o TypeScript no desenvolvimento das aplicações, fazendo com que a comunidade impulsionasse mais ainda a linguagem.

Quando NÃO usar TypeScript

Em alguns casos, é inevitável, não tem como aplicar determinada tecnologia. Se você, seu time ou sua empresa preza por alguns dos tópicos abaixo, não faz tanto sentido você desenvolver com TypeScript: - agilidade no desenvolvimento - documentação de frameworks e módulos do JavaScript para TypeScript - dinamicidade

Mais sobre o assunto: