Tableless

Busca Menu

Deixando seu site online com Surge.sh

Seja o primeiro a comentar por

Já pensou em um mundo perfeito onde você pode digitar uma linha de comando e em poucos segundos o seu website está online? E mais um detalhe, GRATUITAMENTE.

Sim, é verdade, esse mundo existe com o Surge.sh.

Surge.sh é muito simples de usar, para você instalar você precisa do gerenciador de pacotes npm.

Instalando

Para instalar digite o comando:

$ npm install --global surge 

Pronto! O Surge.sh já está pronto para usar.

Utilizando

Para utilizar basta ir para pasta do seu projeto e digitar o seguinte comando:

$ surge

Se for o seu primeiro uso, você terá que criar uma conta de forma gratuita na plataforma. Depois de criar a conta ou logar, o Surge.sh mostrará algumas informações:

Ele mostra o diretório do teu projeto, o tamanho e quantidade de arquivos e ele sugere um subdomínio aleatório, mas que você pode alterar, inclusive pode incluir um domínio próprio, que eu vou ensinar como fazer daqui a pouco.

Depois disso, PRONTO, o seu website estático está online.

Definino o próprio domínio

Com Surge.sh você pode usar um domínio próprio, isso significa que você pode publicar o seu-dominio.com.br.

Definindo o CNAME

Vá no seu servidor DNS e adicione o seu subdomínio surge.sh CNAME(mega-dev.surge.sh por exemplo). Caso seu DNS não suporte CNAME, suporte apenas A você pode colocar o IP 45.55.110.124.

Agora na linha de comando é só usar o comando

$ surge diretorio/do/projeto seu-dominio.com.br

Salvando o domínio personalizado

Para que o Surge.sh “se lembre” do domínio personalizado, é preciso salvar o domínio em um aquivo chamado CNAME(sem extensão) na pasta raiz do seu projeto. Apenas o domínio na primeira linha sem qualquer tipo de marcação.

echo seu-dominio.com.br > CNAME

E se eu quiser retirar o site da rede?

Para desativar o site, ter todos os arquivos apagados e liberar o domínio também é preciso apenas um comando

$ surge teardown seu-dominio.com.br

Conclusão

O Surge.sh possui diversas outras funcionalidades, como adicionar alguém ao seu projeto, usar URL amigáveis, usar Jekyll caso você queira conteúdo dinâmico. Você pode acessar o site e ler a documentação para atender as suas necessidades. A plataforma possui um plano pago que te permite utilizar várias outras funções.

Publicado no dia