Tableless

Busca Menu

HTML 5, novos elementos e atributos.

Seja o primeiro a comentar por

Tags, mídia, interação usuário x website, relevância nos resultados de busca, usabilidade e acessibilidade são as grandes definições do poder de transformação que o HTML 5 promete estabelecer quando desenvolvedores web puderem utilizá-lo e como já mencionado em outro artigo, especializações na área devem surgir com esta nova versão, ou seja, você terá a possibilidade de escolher em qual das vertentes citadas acima vai deter maior conhecimento. Ainda assim, é fato que a construção de códigos para interfaces continuará sendo tarefa geral do desenvolvedor Front-End e saber quais tags utilizar e de que forma as utilizar continuará sendo conhecimento básico no desenvolvimento de códigos de marcação.

Determinar como distribuir informação será o grande objetivo no planejamento de construção de seu código html na versão 5. Esta hoje, acaba sendo uma das tarefas de um profissional SEO, mas acredita-se que com uso das novas tags desenvolvedores Front-End terão conhecimento e possibilidades de participar deste planejamento.
Desta forma, o conselho é: você desenvolvedor não familiarizado com algumas destas técnicas de construção semântica de códigos html priorizando informação, pode fazer algumas leituras complementares a respeito, como por exemplo, o uso de Microdata no HTML 5 – explanado pela Talita Pagani. Este com certeza, será um diferencial no perfil de um profissional Front-End.

Novos elementos

Além das tags de mídia (audio e vídeo), a incansavelmente comentada canvas e das novas tags de estrutura: section, article, nav, aside, header e footer, teremos também, de acordo com a W3C, ainda outras novas tags que determinarão o tipo de informação que estará sendo exibida na tela. Um exemplo são as tags: embed que será usada para pluggins e a tag progress que representará dados em progresso como o download de um arquivo.
Outro exemplo de novos elementos, será a tag time utilizada para informações de dia e hora que poderão situar o usuário quanto ao horário e data de navegação ou apenas quanto a periodicidade de um novo post em um blog ou de um novo comentário. Abaixo, 3 exemplos de como aplicar esta tag:

Para determinar hora:

Postado às

Para determinar a data [ através do uso do atributo datetime]:

Postado em

Ou para determinar data e hora de um local específico:

Postado em

Neste último exemplo, a informação referente ao horário é separada da informação de data através do separador “T” (obrigatório caso ambas as informações sejam declaradas). Logo após é possível adicionar a informação de fuso horário [+03:00] – declarada para situar o local onde este horário está sendo determinado – em nosso exemplo: regiões Nordeste / Sul e Sudeste do Brasil, de acordo com o ponto referencial – Meridiano de Greenwich.

Novos atributos

Com o HTML 5, novos atributos à elementos que já existentes também foram criados.
Uma das possibilidades que está entusiasmando desenvolvedores é quanto a criação de formulários sem a necessidade de scripts externos para validação das informação que serão “inputadas” pelos usuários.
Por exemplo, o elemento input poderá receber atributos como tel [para número de telefones], search [para campos de busca], month, date, time [para informações referentes a tempo e data], email [para endereços eletrônicos], entre outros. Saiba mais sobre a construção de formulários em HTML 5.
Outros novos atributos que também prometem revolucionar são: placeholder que poderá ser declarado nos elementos input e textarea, utilizado para validar o tipo de informação a ser inserida. Por exemplo: <input type=”email” placeholder=”a@b.com.br” />
E o atributo required que poderá ser declarado aos campos de um formulário exigindo preenchimento.

Elementos Alterados

Alguns elementos terão sua significancia alterada no HTML 5. Como por exemplo, o elemento b que não representará nada além de uma informação em negrito na tela e o elemento i que representará informações em outras línguas ou um novo tom de voz para leitores de tela.

Elementos eliminados

E como não poderia deixar de ser, alguns elementos não deverão mais ser utilizados, como por exemplo os elementos center, u, tt, frame e noframes. Inevitavelmente, algumas das técnicas de acessibilidade que utilizamos hoje, deverão ser revistas bem como a busca por novas alternativas para esta nova versão.

Muito do que foi descrito acima, ainda está em estudo e aprendizado. Alguns testes já podem ser feitos em navegadores como o Chrome e Opera e, em algumas semanas, Firefox 4, e são essenciais para um entendimento mais direto das limitações e possibilidades que teremos. Sem descartar claro, que a troca de informações entre profissionais do desenvolvimento web será essencial, portanto comente, observe e sugira maneiras de utilização e saiba, este é só o começo do quanto o HTML 5 pretende revolucionar o que conhecemos por “construção de websites”.

Publicado no dia