Sobre hipertextos

A linguagem básica de desenvolvimento para web é a HTML. O nome completo seria “Linguagem de Marcação de Hipertexto” – HyperText Marckup Language, que é o termo em inglês de onde se origina a abreviação HTML.

Durante muito tempo, nós desenvolvedores, ignoramos a importância da HTML. É ela que dá significado para a informação exibida e consumida na web. Por isso, é importante que saibamos suas características e em quais conceitos a HTML é baseada. Para começar a HTML é uma maneira de escrever hipertextos.

por Diego Eis 18/02/2008 Comentários

A linguagem básica de desenvolvimento para web é a HTML. O nome completo seria “Linguagem de Marcação de Hipertexto” – HyperText Marckup Language, que é o termo em inglês de onde se origina a abreviação HTML.

Durante muito tempo, nós desenvolvedores, ignoramos a importância da HTML. É ela que dá significado para a informação exibida e consumida na web. Por isso, é importante que saibamos suas características e em quais conceitos a HTML é baseada. Para começar a HTML é uma maneira de escrever hipertextos.

Conceito de Hipertexto

A HTML é baseada no conceito de Hipertexto. Hipertexto são conjuntos de elementos – que muitos chamam de nós – ligados por conexões. Estes elementos podem ser palavras, imagens, vídeos, áudio, documentos, etc.

Estes elementos conectados formam uma grande rede de informação. Eles não estão conectados linearmente, como se fosse um texto de um livro, por exemplo, que um assunto é ligado ao outro seguidamente. A conexão feita em um hipertexto é algo imprevisto.

O hipertexto permite a comunicação de dados, organizando conhecimentos e guardando informações relacionadas.

Meios de escrita

O Hipertexto é algo diferente dos meios de escrita convencionais. Ela mudou a forma da leitura e escrita tradicional. A impressão, por exemlo, que é um meio no qual estamos acostumados em nosso dia-a-dia, tem um método original para que você absorva a informação ali exibida. Algumas características do texto impresso: Titulos, Sub-títulos, parágrafo de introdução (olho de texto), numeração de páginas, índice, etc. Essas características não servem e nem combinam com o conceito utilizado no manuscrito, que foi feito para leitura rápida e não linear. No manuscrito há uma série de conexões que indicam caminhos para outros livros e notas de rodapé.

São objetivos e maneiras diferentes para tratar formas de leituras diferentes. O hipertexto também modifica a forma com que a pessoa lê e absorve a informação escrita. O hipertexto dá acesso rápido e abundante a informações diretamente ligadas a assuntos e elementos localizados em diversos pontos do texto. É uma forma de leitura diferenciada, não linear e dependente de vários elementos formando uma rede de informação complexa.

Enquanto em um livro você página por página, linearmente, para formar uma rede de pontos que compõe o assunto tratado do livro, em um hipertexto você tem vários assuntos em volta de um único elemento. São elementos interligados, formando uma rede complexa. Cada elemento particular tem por sua vez outros elementos formando outro universo de conexões.

A HTML foi feita baseado neste conceito, que é fácil de ser entendido quando navegamos pela web. No início da internet, os elementos usados para formar um hipertexto eram basicamente o texto e imagens. Esses por sua vez recebem links que levam o usuário para outro ponto, com links relacionados a outros assuntos. Com a internet ficando cada vez mais veloz, hoje é possível utilizar vídeos e áudio como partes destes elementos. Utilizamos ainda muito basicamente o potencial destes dois elementos.

Pesquisadores passados já tentaram criar e adaptar aparelhos e métodos que funcionassem dentro do conceito de hipertexto. Isso era discutido para melhorar a capacidade de estudo e pesquisa de assuntos complexos. Mesmo assim a internet tem se mostrado a melhor forma de utilização do conceito de hipertexto. É uma base onde há contribuição de conteúdo do mundo inteiro, diariamente, com informações ricas e abundantes.

O interessante é que a web ainda é nova e imprevisível.