Tableless

Busca Menu

Versionamento inteligente para mobiles

Seja o primeiro a comentar por

O iPhone fez a festa dele. Todo mundo gostou do que viu e usou. Acontece que não só de iPhone vive o homem, e há pessoas por aí que não gostam do aparelho por motivos diversos. Há mercado para todos e por isso é natural que apareçam outros aparelhos com novos sistemas. Acontece que o lançamento do iPhone criou uma moda de criar versões dos sites específicas para ele. No começo isso foi ótimo. Mas agora, isso priva diversos celulares similares ao iPhone de terem uma boa experiência de navegação. É o caso de usuários de Android.

O Android é o novo sistema operacional para mobiles do Google. Até para um AppleBoy, como eu, o sistema é interessante. Tem a interface bem acabada, app’s amigáveis e etc. Ele faz muito bem o papel dele. O Engine de renderização do browser dele é WebKit. O mesmo engine que o Safari Mobile utiliza. E não estou falando de versões antigas do Webkit como alguns outros celulares utilizam. O Android utiliza as versões mais atuais do Webkit, com suporte extenso a CSS e HTML. Portanto, um site que teoricamente foi feito apenas para iPhone, pode ser visualizado da mesma maneira pelos usuários de Android.

Aí entra outra questão: provavelmente você deve ter pensado que seria apenas fazer um script de detecção de browser, capturando as visitas de Safari Mobile e Android e pronto. É aí que você se engana. Já há vários outros aparelhos que estão utilizando engines parecidas e que podem renderizar sua “versão de iphone”. Exatamente por isso, que você precisa fazer um filtro por características e não por browser. Fazemos isso utilizando Media Queries.

As Media Queries permitem fazer um pequeno filtro, onde definimos as características do dispositivo que acessará a página. Com isso, podemos definir um CSS específico para aquele grupo de dispositivos que se encaixaram no seu filtro. Veja um exemplo abaixo:



A media que fiz é muito simples de ser entendida. A primeira linha engloba dispositivos que tem tela colorida, com uma resolução de largura mínima de 481px, isso inclui seu monitor, notebook e etc. A outra linha engloba dispositivos com uma largura máxima de 480px, ou seja, iPhones, Androids e dispositivos que seguem esse mesmo esquema de resolução e etc.

Dessa forma, você filtra os dispositivos e não os browsers dos aparelhos. Isso previne que algum celular, tão bom quanto o iPhone e o Android fiquem de fora de ter uma boa experiência de uso. Quer fazer um teste interessante? Se você estiver utilizando um browser que aceita media queries, redimensione a janela para uma largura menor que 480px. Você verá o Tableless chaveando os estilos automaticamente. Perceba que alguns elementos são reformatados e outros retirados do layout.

O filtro ainda não está completo porque não estamos contemplando os aparelhos que não aceitam meda queries, mas são mobiles. Para isso, usaríamos os Media Types, com valor de handheld. Embora celulares que aceitem os Media Types não tenham um bom suporte de CSS, podemos fazer pelo menos uma formatação de texto, cor e background. Celulares que utilizam Opera Mini, terão uma ótima experiência.

É sempre aquela mesma velha idéia: dar a melhor experiência para todos os meios de acesso. Sempre.

Publicado no dia