Client-side e sua importância

Dar atenção a um código XHTML bem escrito, é abrir portas para deficientes e usuários de diversos dispositivos.

por Diego Eis 21/01/2009

Não é de hoje que o mercado de desenvolvimento web subestima a importância de algumas áreas como acessibilidade, usabilidade, arquitetura de informação, etc. Normal em uma área que tem um mercado tão complexo e que não pára de crescer.

Mas nenhum desses braços sofreu mais que o desenovolvimento client-side.

Talvez eu possa estar enganado, mas desde sempre a programação client-side foi subestimada e simplesmente esquecida por equipes e empresas inteiras. Não se dava a devida atenção ao escrever código html, css ou javascript.

Já vi muitos profissionais que se sentiam “de segunda linha”, por conta de programadores server-side que se julgavam o bloco mais importante do mercado. E toda essa atenção excessiva e sem explicação, escondia toda a necessidade que precisávamos dar para a programação client-side. Um dos nossos grandes erros.

A programação client-side é centenas de vezes mais simples que a server-side, mas não menos importante. É o client-side que serve o visitante. Um código client-side mal formado, agrega problemas na navegação do usuário. Gera problemas na acessibilidade de deficientes e claro, prejudica a indexação de buscadores. Um código client-side mal formado, pode acabar com as vendas de um e-commerce.

É natural sempre querermos saber qual parte é mais importante que outra. Isso em qualquer ramo de atividade. Mas nesse caso, as duas partes, client e server, são igualmente importantes, mesmo cada uma exercendo papéis totalmente diferentes no desenvolvimento web.

Dar atenção a um código XHTML bem escrito, com uma bela formatação CSS, significa que o site poderá ser bem acessado por um público ampliado. É abrir portas para deficientes e usuários de diversos dispositivos. É melhorar a indexação em buscadores e facilitar o desenvolvimento de novas versões. É fazer com que a equipe trabalhe independentemente. Isso aumenta as vendas e as possibilidades de novos negócios, idéias, entre outras possibilidades.

Isso tudo pode parecer bobagem para o desenvolvedor que não anda atento da importância que a web tem hoje no mundo.

Não sei se estou conseguindo fazer-me entender. Mas quero que você olhe com outros olhos o código HTML, CSS, Javascript, Microformats e qualquer outra linguagem que trabalhe no cliente.

Os padrões web não estariam tão em foco hoje se essa importância não fosse tão explicita.

O HTML 5 é um assunto muito interessante para qualquer desenvolvedor web. Ele está sendo feito devagar e com paciência. Existem uma série de problemas que ainda precisam ser resolvidos, tanto de compatibilidade quanto de nomenclatura e estruturação. Mas o ponto mais importante é a semântica dos elementos.