Tableless

Busca Menu

Um 2013 cheio de propósito

Seja o primeiro a comentar por

Este post é longo e não tem versão TL;DR.

No começo falo muito sobre o que aconteceu comigo esse ano. No final falo o que quero fazer com o Tableless em 2013.

Este é meu último post pessoal aqui no Tableless. Quero desassociar artigos pessoais com os artigos do Tableless.

Eu tenho a tradição (na verdade tinha) de escrever um post de como foi o último ano do Tableless. É difícil eu não falar algo pessoal por que o Tableless está na minha vida todos os dia. Por isso esse post talvez seja mais de cunho pessoal do que algo mais “institucional”. Juro que vai ser a última vez.

Eu gosto de escolher uma palavra para levar comigo durante o ano. Esse ano a palavra era “mudar”. E realmente tudo mudou.

Largando o osso

Eu decidi sair da empresa onde eu era sócio. Durante 6 anos da minha vida eu me dediquei a ter uma empresa sobre desenvolvimento web que fazia as coisas realmente diferentes. Nestes 6 anos eu fiz diversos projetos, conheci muita gente e aprendi mais do que nunca. Aprendi muita coisa sobre gerência, administração, controle financeiro, negócios e tudo que envolve manter uma empresa. Comi grama por baixo durante muito tempo, mas também colhi ótimos frutos. Sei do bom e do ruim.

Nesse tempo e até hoje eu lido com profissionais sensacionais. Já treinei equipes de empresas como Globo, Yahoo!, Google, Itaú e uma série de outras. Já fechei negócios com empresas como Johnson & Johnson’s, Nokia, Accenture e outros… São experiências que você guarda para você e tem que tomar muito cuidado pra que isso não perca o valor.

Eu decidi sair por diversos motivos. Um deles era buscar uma experiência que eu não tinha e não havia maneira de adquirir essa experiência sem largar o osso. Decidi virar empregado. Eu nunca tinha sido empregado na minha vida, tirando os 6 meses de carteira assinada do meu primeiro emprego como assistente de web designer.
Eu sentia que faltava algo. Mesmo com toda a experiência que eu havia adquirido tendo uma empresa, sentia que faltava alguma coisa. Desde então eu larguei o osso. Abrir empresa é “simples” e você pode fazer isso a qualquer momento. Por isso eu arrisquei mais uma vez e virei empregado.

Virando empregado

Uma experiência totalmente nova para mim. Esse ano eu ganhei meu primeiro salário oficial. Ganhei meu primeiro décimo terceiro e minha primeira cesta de natal e fui promovido pela primeira vez na vida. Não que eu esteja feliz por isso ou prefira ser empregado do que dono. Na verdade o que importa é o seu propósito.

Propósito

Você deve estar dizendo que eu sou louco (burro, dá zero para ele) por ter deixado a empresa em que fundei e estar alegre agora por que eu recebi uma cesta de natal… Eu até entendendo seu desespero, mas tudo se resume a uma palavra: propósito.

Eu tenho o propósito de mudar as coisas em minha volta. Não por que eu seja convencido e metido a ponto de achar que eu sou o cara e consigo mudar tudo a hora que eu bem entender, mas por que eu preciso tentar, eu preciso arriscar. Todo mundo precisa ter um propósito, todo mundo precisa ter um motivo para avançar, para seguir em frente, pra te dar tesão na hora de levantar numa manhã fria para ir trabalhar. Eu, graças a Deus, tenho isso. Eu trabalho com Web e não me vejo fazendo outra coisa. Eu não me vejo em outro mercado, mesmo gostando de diversos outras profissiões, é a web que me faz sorrir.

Na verdade o que importa é o seu propósito.

É por isso que a única coisa que eu desejo a você em 2013 é que você tenha um propósito. Esse propósito vai ser seu motor… é o que vai te dar força. É o que vai te impulsionar todas as manhãs. É o que vai te fazer um profissional melhor.

O Tableless em 2013

Mudamos bastante o foco esse ano e vamos ainda mais em 2013. Queremos que o Tableless cresça e aborde assuntos importantes para o desenvolvedor web. Queremos que você aprenda muito. Queremos que você transborde de sabedoria. Você é o cara, véi.

Design

Pra começar, modificamos o site. De novo! 😉
Eu nunca me senti satisfeito com os designs do Tableless. Uma por que era eu que fazia, outra era por que não havia uma identidade que marcasse o site. Iremos manter essa nova identidade durante muito tempo, fazendo alguns realinhamentos durante o ano, mas mantendo a mesma linha visual. Assim ninguém fica perdido e conseguimos manter o site mais facilmente.

O novo design foi feito com a ideia de Mobile First. Isso quer dizer que desenhamos primeiro a versão mobile, priorizando apenas o que era importante para o usuário mobile se sentir confortável ao visitar. Uma experiência interessante por que te desafia na hora da montagem do HTML/CSS/JS. A ordem das coisas é totalmente alterada e a forma com que você planeja a implementação do projeto te faz pensar sempre em formas mais simples de se fazer, ainda mais se você estiver fazendo um site resposivo, onde você vai precisar usar o mesmo HTML para todos os dispositivos.

Site responsivo é aquele site que se adequa aos diversos dispositivos e não aos diversos tamanhos de janelas de browser.

O Responsivo que fizemos no site não é nada inovador… mas precisa ser?
O que é um site responsivo? É só aquele site que fica sambando quando você redimensiona a janela do browser? Claro que não. Site responsivo é aquele site que se adequa aos diversos dispositivos e não a diversos tamanhos de janelas de browser.

Se você abrir em um smartphone, vai ver um site diferente das versões para desktop e tablet. Deixamos mais amigável para quem consome o site via smartphones e celulares com tela grande. O público do site que acessa com esses aparelhos ainda é pequeno, cerca de 3%. Tem crescido a cada dia… O problema era que o site anterior também não era um site responsivo de verdade. Não tinha uma versão mobile decente.

Frequência de atualizações

Uma das maiores reclamações do site é a falta de atualizações. Eu concordo. Ficamos muito, mas muito tempo sem atualizarmos o site e em parte é a falta de tempo mesmo. Mesmo tendo algo em torno de 10 autores, o site fica dias sem ser atualizado. Cada um tem seu tempo e todos os autores estão muito envolvidos com diversas outras iniciativas, o que é ótimo pra nós da comunidade web. Pessoalmente eu tento manter pelo menos um post por semana.

Em 2013 quero que a frequência de novos posts aumente. Existem várias saídas para isso e já estamos testando duas soluções.

É isso… Estamos fazendo de tudo pra melhorar a comunicação com você que lê e interage conosco. Um bom 2013 e o Tableless agradece a você, leitor gente fina, que está sempre conosco, nos ajudando a crescer e mostrando qual o melhor caminho. Que em 2013 seja um ano que tire seu fôlego, como 2012 foi para mim.

Publicado no dia