Tableless

Busca Menu

O Chrome não quer dizer muita coisa

Seja o primeiro a comentar por

O Google lançou sua presença no mercado de browsers. Atitude interessante mas que para mim não quer dizer muita coisa. Ter um novo browser não muda muito (a minha) a vida dos desenvolvedores. Lembre-se que não importa quão bom seja o Firefox, Safari ou o Google Chrome, nós, desenvolvedores temos sempre que nivelar tudo por baixo, pelo Internet Explorer 6. Se o Chrome ou qualquer outro novo navegador ajudar com que o IE6 seja definitivamente descontinuado, eles serão bem-vindos. Caso contrário, o lançamento de bons browsers só vai, por assim dizer, brochar a vontade dos profissionais que querem utilizar recursos mais avançados do CSS mas não podem por conta do IE6. O IE7 foi um avanço interessante. O IE8 está pretendendo ser. Mas até mesmo o IE8 não vai ser muito útil enquanto ele não tomar a o lugar do Internet Explorer 6. O mesmo vale para qualquer outro browser.

Do que adianta eu utilizar PNG transparente para os browsers que suportam canal alpha e ter que continuar recortando imagens para fazer um bom trabalho no IE6? A Microsoft sabe que ela criou um monstro, e ainda bem que ela reconheceu isso e tomou alguma atitude.

Vou ter muito mais prazer de trabalhar quando ouvir a notícia da descontinuação do IE6, do que sobre o lançamento de um novo browser. Por isso eu não fico 100% satisfeito com o Chrome, nem com o Firefox 3, nem com atualizações do motor WebKit. Não porque não quero, mas porque vou continuar tendo o mesmo trabalho que sempre tive para fazer sites.

Vou continuar tendo as mesmas preocupações, vou continuar fazendo as mesmas técnicas manjadas e trabalhosas. O problema continua sendo o passado. É o IE6 que ainda dita as regras.

Publicado no dia