Tableless

Busca Menu

Apontador Web 2.0

Seja o primeiro a comentar por

Uso o Apontador há muito tempo. E já fazia tempo que eu estava descontente com aquele applet Java horrível. Com a vinda do Google Maps, que agora tem mapas brasileiros, eu quase tinha um bom substituto. Só faltava funcionar a busca por endereços brasileiros.

E não é que eu entrei agora no Apontador e eles finalmente mudaram aquela velha interface? Trocaram o mapinha por um mapa Ajax na tela inteira, me mandaram direto para o conteúdo, agilizaram a busca e está funcionando bem rápido. E parece que funciona completamente no meu Firefox no Linux. A interação está muito mais confortável, destacando-se os seguintes pontos:

  1. Arrastar o mapão na tela inteira, principalmente funcionando rápido como está, é muito melhor do que as setinhas da velha versão HTML do Apontador. E muito mais leve que a velha versão Java.
  2. A busca está muito melhor assim. Muito mais fácil de usar.
  3. O site é um excelente exemplo de uso do Ajax. A antiga busca de endereço te levava por três ou quatro telas. Em cada uma delas você tinha que esperar carregar menus, cabeçalhos, rodapés, publicidades e etc.
  4. As ferramentas de agenda, clima, trânsito e traçado de rotas também foram muito bem implementadas. A impressão geral é de que tudo o que eu for fazer é mais rápido, e mais fácil de encontrar, nessa nova versão.
  5. O layout melhorou muito.

Senti falta da informação sobre CEP. Eu usava o Apontador ao invés do site dos Correios, que é quase sempre muito lento, pra consultar CEPs.

Puseram um selinho “web 2.0” lá. O que vocês acham? Eu não tenho opinião formada sobre isso, fico meio com a pulga atrás da orelha. Queria ouvir a opinião de vocês.

Vamos ver se eles vão mesmo manter o espírito da coisa ao chamar de web 2.0. Algumas características dos sites web 2.0 que ajudariam bastante esse produto:

  1. Always beta: a melhoria contínua. O Apontador ficou congelado por anos, parecia um produto largado. Vamos ver se agora tem novidade toda semana.
  2. APIs públicas: por enquanto não vi nada disso, mas é assim com quase todo site web 2.0. Primeiro se lança o produto, assim que ele é bom o suficiente para ser útil. Algum tempo depois chegam coisas como APIs públicas. O problema é que infelizmente muitos nunca liberam APIs para nos divertirmos. Vamos ver que caminho o Apontador vai tomar.
  3. Conteúdo gerado pelo usuário: isso seria bem interessante. Imagine enviar para seus amigos uma URL do mapa de sua festa de aniversário, de modo que eles possam traçar rotas até lá? Ou alguma coisa como o Wikimapia? Quem sabe até um mash-up com a Wikimapia?

Está aí, Apontador, um exemplo de um site que sofreu uma melhoria muito grande, e um projeto para se acompanhar.

Publicado no dia